Quantidade x Qualidade: Quem leva a melhor na hora de produzir conteúdo digital?
Uma balança, de um lado, várias Minas simples, do outro, uma Mina especial

A criação de conteúdo para as plataformas digitais é uma tarefa desafiadora, frequentemente marcada pelo dilema entre qualidade e quantidade. Muito se fala por aí de que quem não é visto não é lembrado, mas será mesmo que aparecer vai fazer as pessoas terem você na cabeça?

 

Blogueiros, youtubers, podcasters, influenciadores… Seja qual for sua atividade no meio digital, com certeza essa dualidade deve estar presente na hora de criar seus conteúdos na hora de encontrar o que priorizar.

 

Para te iluminar sobre isso, preparamos esse post, onde iremos explorar o que há de bom e ruim em cada uma dessas abordagens, fornecendo insights valiosos para entender bem qual escolha tomar. Se prepara para tomar essa decisão no final, hein?!

 

Leia também: Erros comuns na criação de conteúdo: entendendo e superando!

 

Qualidade: o sonho do conteúdo perfeito

 

Na busca pela excelência na produção de conteúdo digital, a qualidade é como um pilar essencial. Quando pensamos nela, vem à cabeça a entrega de materiais cuidadosamente elaborados, capazes de envolver, educar e entreter a audiência. Mas isso não é nem um pouco fácil…

O que há de bom?

Produzir conteúdo de alta qualidade é crucial para envolver e reter a audiência. Uma abordagem focada na qualidade eleva a credibilidade, estabelece autoridade e constrói uma base de seguidores leais.

 

E isso fica claro quando vemos como materiais bem elaborados têm um enorme potencial de viralização, alcançando um público mais amplo justamente pela sua riqueza de conteúdo.

 

O que há de ruim?

Dizer que qualidade tem algo ruim é bastante difícil, afinal, essa é uma característica desejada por todos. No entanto, algumas ações que a complementam podem prejudicar o seu rendimento.

 

O foco excessivo, por exemplo, pode resultar em baixa frequência de postagens, afetando consequentemente a tão sonhada visibilidade. Outro fator é que ao investir muito tempo na produção de conteúdo de alta qualidade, as chances de exaustão podem ser reais, o que pode acarretar em falta de interesse e motivação na continuidade da criação.

 

Gretchen escrevendo carta

 

Quantidade: conteúdos a todo momento

 

No universo dinâmico das plataformas digitais, a quantidade de conteúdo é crucial para manter a presença online. Isso porque tal ação visa garantir uma visibilidade constante, mantendo os seguidores envolvidos com postagens regulares.

 

O que há de bom?

Publicar com frequência mantém a presença online constante e visível, o que dá maiores chances para ser consumido e ter seu público ampliado.

 

A estratégia de quantidade é eficaz para impulsionar o alcance e a visibilidade nas redes sociais que, caso tenha regularidade, pode ser uma oportunidade especial para manter os seguidores engajados.

 

O que há de ruim?

O problema de priorizar a alta frequência de postagens sobre a qualidade é que essa ação pode resultar em conteúdo superficial, pouco inspirado, desinteressante e até mesmo repetitivo.

 

É assim que com essa saturação o seu perfil pode ser levado à perda de relevância, tendo inclusive a chance dos algoritmos te interpretarem como um spanner.

 

Homer Simpson batendo os dedos

 

Com vocês, a resposta tão esperada…

 

O equilíbrio! Encontrar a dosagem certa entre qualidade e quantidade é essencial para uma estratégia de conteúdo digital bem-sucedida.

 

A verdade é que ambas são importantes, mas a chave reside na harmonização desses elementos. O conteúdo de qualidade estabelece uma base sólida, enquanto a quantidade mantém a presença constante.

 

E sabe onde está o segredo? Na adaptação da abordagem de acordo com o público-alvo e os objetivos específicos! Sem sacrifícios, mas visando encontrar o ponto ideal que atenda às demandas da audiência. Afinal, a internet é vasta, e o público é diversificado, né?!

 

Para ainda mais, saca essas ações que podem te levar ao equilíbrio entre qualidade e quantidade:

 

  • Conheça seu público: Entenda as preferências e expectativas da sua audiência para ajustar a abordagem;
  • Teste e analise: Experimente diferentes formatos e frequências, analisando o desempenho para ajustes contínuos;
  • Mantenha o diálogo: Interaja com seu público, solicitando feedback e compreendendo suas necessidades;
  • Defina objetivos claros: Estabeleça metas realistas, considerando tanto a qualidade quanto a quantidade em sua estratégia.

 

Ao buscar o equilíbrio entre qualidade e quantidade, os produtores de conteúdo digital podem construir uma presença online impactante e sustentável, garantindo relevância a longo prazo.

 

E lembre-se: qualidade e quantidade não são opostas, mas aliadas na jornada de cativar e manter uma audiência engajada!

 

Entre em contato com a Atena e saiba mais! (84) 2040-1855 ou nos acompanhe pelo Instagram: @atena.marketing.

 

Vem com a gente!

Sobre o autor: Ricardo R. Nunes
Ricardo é redator da Atena, interessadíssimo em cultura pop e um constante aprendiz do uso das palavras. Já participou projetos audiovisuais em variadas funções e hoje se dedica ao aperfeiçoamento de sua escrita.
Thainá é estudante de publicidade e propaganda na UFRN, nascida em terras potiguares no dia do nordestino. Hoje está formando o time da Atena como Estagiária no time de Gestão e Estratégia. Libriana indecisa, de sorriso fácil e cachos no cabelo, acredita que a comunicação é um passo para dar visibilidade e inspirar pessoas.
Maisa é espontaneidade, é arte de museu e poesia de muro. Apreciadora de podcast, Taylor Swift e Clarice Lispector, tem descoberto mais sobre o amor ao ler Bell Hooks. Na procura do seu sonho e fugindo do sol do Piauí (como costuma dizer) veio, não ironicamente, parar na cidade do sol. Hoje, estudante de Publicidade e Propaganda na UFRN, está na Atena como Estagiária no time de Gestão e Estratégia.

Caicoense, mãe de uma menina, graduada em Comunicação e Marketing. Atua na Atena como Gestora de Projetos e Consultora. Nas horas vagas, estuda a doutrina espírita, assuntos do mundo da ufologia e atua em um projeto social que teve iniciativa desde 2020  (Instagram @mamaesquedoam).

Estudante de Publicidade e Propaganda na UFRN, Sabrina faz parte do time de Gestão e Estratégia na Atena. Amante das artes e da dança desde pequena, hoje alia sua criatividade e ensinamentos da dança à área comunicação social com profissionalismo e entusiasmo. Para além do trabalho, ela enxerga a comunicação como algo essencial ao ser humano e leva consigo o desejo de impactar o mundo através dos ideais em que acredita.
Formada em Design pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O meu trabalho é voltado para o mercado editorial, criação, aplicação e desenvolvimento de marcas, e mídias sociais.
Estudante de Audiovisual, Ricardo é estagiário de conteúdo. Interessadíssimo em dramaturgia para telas, se pudesse, passaria boa parte do seu dia a frente de uma TV assistindo novelas e séries ou indo a uma sala de cinema para ver filmes. Tem participado do fomento ao audiovisual potiguar, passando por experiências nas áreas de roteiro, direção e produção.
É graduada em Comunicação Social Jornalismo e mestra em Comunicação e Estudos da Mídia pela UFRN. Possui MBA em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais pela Estácio. Tem experiência como repórter, assessora de comunicação e hoje atua como Gestora de Relacionamento e de Customer Success da Atena. No Instagram, atende por @larimouraa
Kevin é produtor de conteúdo audiovisual na Atena. Graduado em Publicidade e Propaganda pela UnP, atua no mercado publicitário potiguar desde 2011, quando iniciou sua carreira como social media e diretor de arte. Hoje, dedica-se à sua paixão pela fotografia e criação de vídeos
Amante de todas as artes, é estudante de Design Gráfico na UNP. Já passou pela pintura, teatro, dança entre outros e se encontrou no design onde ela pode expressar a arte de forma mais tecnológica.
Criador de conteúdo na Atena, Eduardo é estudante de Jornalismo na UFRN. Grande admirador das diversas expressões artísticas, ele se aventura na arte da fotografia e escreve textos, poemas e músicas. Os seus hobbies favoritos é ler livros e ouvir e analisar álbuns musicais.

Estudante de Design na UFRN, Eduarda faz parte do time de Criação de Artes na Atena. Ela também ama fazer pinturas, desenhos realistas e artísticos, esculturas e fotografia, buscando sempre deixar um pouco da sua personalidade nos seus trabalhos e artes.

Nascida em Macau, no interior do RN, Cecília é graduanda em Jornalismo na UFRN. Na Atena, é redatora e criadora de conteúdo, já na sua versão mais artística, compartilha artes manuais no seu perfil do Instagram: @espacocecissol. Ela acredita que a escrita e arte transformam vidas, e fala isso por experiência própria.

Carol é desenvolvedora front-end nascida em Osasco SP, apaixonada por tecnologia, se formou em redes de computadores e acredita que a tecnologia é um direito de todos e quer mudar o mundo através da tecnologia.

Estudante de Jornalismo na UFRN, paraibana e entusiasta de esportes. Seu passatempo favorito é ler, e a astronomia é uma das coisas que mais a fascina. Acredita na comunicação como forma de ferramenta social.

Designer durante o dia e artista no tempo livre, Asafe é natural de Feira de Santana – BA e desde pequeno sempre gostou de criar coisas. Faz parte do time de criação de artes da Atena e ama ilustração e 3D, mas secretamente tem uma grande paixão por música.

Oi, me chamo Breno. Sou apaixonado pelo mundo do design e da tecnologia. Adoro experimentar coisas novas e aprender com elas.

Alvaro Hendrick é redator e criador de conteúdo na Atena. Formado em Publicidade e Propaganda, ele também é escritor e tem alguns trabalhos publicados na Amazon. Ele também produz um podcast chamado “É Sobre Isto Podcast”, disponível em todas as plataformas de streaming.
Gestora de Relacionamento e de Customer Success da Atena, Mayse Araújo atua na área de Comunicação desde 2007, e nas áreas Comercial e Financeira desde 2013. É formada em Jornalismo, e atualmente cursa Economia na UFRN. É entusiasta do Marketing Digital e de Conteúdo, estudiosa do Feminismo e acredita na seguinte máxima: se você não entende de pessoas, então você não entende de negócios.
Sócia-diretora, e também gestora de recursos e finanças da Atena, Melissa Zanin tem uma identidade (nada) secreta de atriz e produtora. Com sangue mineiro, adora ir ao teatro, cinema, é estudante de filosofia e adora ler sobre assuntos extraterrenos (não ria). Por aqui, é também conhecida como “a mulher do dinheiro”.
Diretora da Atena, Andressa atua como jornalista e gestora de Marketing Digital desde 2011, já tendo passado pelos setores público, privado e terceiro setor, com experiência na gestão de comunicação em grandes eventos, como a Copa do Mundo de 2014. É graduada em Comunicação Social – Jornalismo (UFRN) e Direito (UFRN), pós graduada em Cinema (UFRN), e possui MBA em Marketing Estratégico (UNI-RN) e Gestão, Empreendedorismo e Desenvolvimento de Negócios (PUCRS).

Jornalismo digital

Sou pesquisador – Qual o caminho para divulgar o meu projeto acadêmico?

Jornalismo e crítica cultural

Gestão do tempo e organização

Como tirar o seu projeto do papel

Marketing para projetos culturais

Divulgação de projetos

Escrita para Web

Gestão de marketing pessoal para profissionais liberais

Gestão de marketing pessoal para arquitetos

Gestão de marketing pessoal para médicos

Gestão de marketing pessoal para advogados

Introdução à gestão de marketing para empreendedores