Personalidade de marca, como a sua marca se comunica?

Você já parou para pensar qual é a personalidade da sua marca? Quando o seu cliente está interagindo com você, como ele te vê?  Vem comigo para entender melhor!

Já notou que quando você recebe uma notificação do iFood, ou liga para o suporte da Nubank, é como se você estivesse interagindo com um amigo? Isso porque cada uma dessas marcas têm a sua própria personalidade, digamos assim.

Vamos dar alguns exemplos para ficar mais claro:

O Nubank é aquele amigo gentil, que resolve todos os seus problemas e te dá colo quando você precisa, ele oferece todas as soluções e caminhos para o seu problema, você nunca vai se sentir desamparado com ele.

Já o iFood ama soltar piadinhas e nos levar na onda divertida de sua personalidade, com mil e uma opções para almoçar, jantar, lanchar ou até tomar café da manhã. Parece que ele sempre “capta” aquilo que mais gostamos — ou será que um algoritmo faz isso?

Pense em uma marca 

Entende o que eu quero dizer? Se não, vou tentar ser mais clara. 

Quero que você pense em uma marca; uma que você gosta. 

Tenho certeza que a marca que você pensou tem, além de produtos que você gosta, um lugar especial no seu coração como cliente. É tão bom entrar naquele lugar que amamos e nos sentirmos em casa, não é? Ou, até mesmo, consumir aquele conteúdo em alguma mídia social — algumas vezes até encaminhamos para os amigos só pela vontade de que mais pessoas conheçam aquele universo.

De fato, você quase consegue sentir a personalidade daquela empresa. As duas empresas que citei anteriormente são, obviamente, empresas de sucesso. A Nubank, pioneira no seu segmento, possui cerca de 26 milhões de clientes. Esse sucesso com certeza deve-se a inúmeras estratégias e um bom serviço, claro. Não podemos deixar passar despercebido o marketing realizado pela startup fintech, afinal, eles fazem um trabalho divino.

Nickelodeon Thumbs GIF by SpongeBob SquarePants - Find & Share on GIPHY

Compreendeu?

A personalidade de uma marca deve-se às suas características humanizadas, onde o cliente consegue associá-la a uma pessoa com sentimentos. 

É não só definir os valores da sua marca — isso faz parte do processo — mas também dar voz, estabelecer o tom que será utilizado e as características que a tornam única.

Criando a personalidade da sua marca

Para criar a personalidade da sua marca você precisa definir uma série de fatores. Não se trata, apenas, de criar a identidade visual e começar a ter um posicionamento digital. Antes mesmo disso acontecer, você precisa:

1. Analisar o seu público-alvo e personas

Entendendo quem são as pessoas que fazem parte do seu nicho, aquelas que vão precisar da sua marca. É importante ter isso bem definido, leia mais aqui

2. Analisar o seu serviço

O que você vende? 

Isso vai te ajudar a ter uma postura mais próxima à realidade. Por exemplo, uma loja de roupa não terá a mesma postura digital que uma loja de informática. 

Olhar para dentro do que você oferece vai te ajudar a entender melhor qual padrão comportamental escolher. Dessa forma você pode até mesmo se inspirar em outras empresas do seu segmento. Como elas se comportam? 

3. Aprenda sobre os arquétipos 

Carl Jung foi o fundador da psicologia analítica, os 12 arquétipos da personalidade fizeram parte dos seus estudos e são aplicados e reconhecidos até hoje em grandes empresas. Clique aqui para aprender mais sobre os arquétipos na construção de um negócio de valor. 

Social Media Marketing GIF by Trazoz - Find & Share on GIPHY


Consolide sua empresa

Depois dessas informações quero saber, como a sua marca vai se comunicar para os seus consumidores? 

A Atena pode te ajudar a transformar o seu Marketing Digital e gerar valor à comunicação da sua empresa.

Entre em contato com a Atena Marketing e saiba mais como crescer nas redes sociais através da criação de conteúdo! (84) 2040-1855 ou no Instagram: @atena.marketing. ⚔️

 

Sobre o autor: Jessica Dantas

Deixe um comentário