O que não é um líder?

Nos últimos tempos, tenho me interessado bastante por entender o papel e o comportamento de um líder. Nos meus estudos e leituras sobre o assunto, observei várias definições e proposituras diferentes para o termo, de modo que não quero começar esse texto por conceituá-lo, mas por desconstruí-lo. O que não é um líder talvez seja um questionamento mais pertinente para dar início a esse texto.

Um líder não é um CEO. Nem muito menos um “diretor”, “presidente” ou “fundador”. Um líder também não é um cara que cobra e monitora resultados, ignorando contextos. Um líder não é quem embolsa o lucro no final do mês. Um líder não é um título. Ou um cargo. É possível comprar uma posição na hierarquia empresarial, mas o respeito e a significância elencada a um líder, este não pode ser se não conquistado e outorgado não por superiores, mas pelos liderados.

Dito o que não é, vamos às crenças do que seria a figura do líder.

“A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns.”
Abraham Lincoln

O líder é a engrenagem maior que, ao movimentar-se, impulsiona todas as outras, de forma não apenas a transformá-las e melhorá-las, mas a incluí-las como peças fundamentais no processo, estimulando micro lideranças. O líder é quem é ouvido e seguido, pois inspira. É quem suscita os melhores resultados, mesmo sem precisar ordená-los. Não confundir líder com “messias”, pois o “messias”, por ser representação simbólica personificada da crença dos seus seguidores, é escutado e conclamado, quase como em um impulso automático. O líder promove a autonomia e, com isso, o senso crítico e a formação individual de cada um de seus liderados.

“Um bom líder toma um pouco mais de sua parte na culpa e um pouco menos de sua parte no crédito.”
Arnold Glasgow

O líder é, principalmente, uma pessoa empática, que consegue observar e colocar-se no lugar do outro para, a partir daí, ajudá-lo. Portanto, o líder, constantemente associado a funções de gestão e ao topo da pirâmide empresarial, pode estar em todos os patamares, da base ao topo. Até porque o bom líder é aquele que enxerga outros líderes em potencial e oportuniza esse crescimento.

Liderar é inspirar e possibilitar o crescimento, seja essa competência desenvolvida no contexto de uma equipe de cinco pessoas ou em uma megaempresa de milhares de funcionários. Títulos não outorgam líderes. Pessoas e a capacidade de afetá-las, sim.

Sobre o autor: Andressa Vieira

Jornalista, cinéfila incurável e escritora em formação. Típica escorpiana. Cearense natural e potiguar adotada. Apaixonada por cinema, literatura, música, arte e pessoas. Especialista em Cinema, Marketing Estratégico e mestranda em Estudos da Mídia (PPgEM/UFRN). É diretora da Atena.

Deixe um comentário