Marketing e branding: as diferenças dessa harmonia para o sucesso

Marketing e branding têm conceitos que complicam um pouco a cabeça de algumas pessoas, até porque, afinal, os dois costumam andar juntos.

Quando os pensamentos de ambos estão alinhados, uma empresa consegue ter um olhar direcionado para frente, visando o lucro e a solidez da marca.

Você não entende como cada um funciona e quais são suas especificações? Então acompanhe essa leitura que te deixaremos informado! 

O marketing e sua visão focada em resultados

O marketing funciona como ação do mercado, tendo sua visão na conversão em vendas e, consequentemente, lucro, numa procura pelo viável, para entregar e receber de seus clientes.

Aqui, o interesse está em vender através de estratégias que consigam fisgar o consumidor. Para isso, existem diferentes conceitos, como o dos 4 P’s, criado por Jerome McCarthy, onde produto, preço, praça e promoção andam juntos para o sucesso de uma marca.

Dessa forma, o marketing tem o lucro como pilar, por ser a sustentação do negócio. Através dele, é possível suprir as necessidades e conseguir investir ainda mais.

Homem mexendo em notebook com ilustrações em volta

Case de planejamento de marketing realizado na Atena

As estratégias de marketing online e offline são fundamentais em determinadas épocas do ano, seja para reposicionamento ou campanhas de publicidade com foco em resultados.

A campanha de matrículas anual, por exemplo, é o ponto alto de investimentos e ações para as escolas. 

Um bom case é a campanha de 2021/2022 realizada para Dom Marcolino, que focou em segmentar os públicos de alunos e criar variações para cada um deles. Peças digitais e físicas foram veiculadas com esta estratégia em mente e, vale dizer, obtiveram ótimos resultados.

Case Dom Marcolino 1

Case Dom Marcolino 2

Case Dom Marcolino 3

O branding e suas possibilidades de conexões

O branding propõe um olhar direcionado para o ideal da empresa. Visando as possibilidades, criam-se os valores que podem ser gerados para construir a seriedade da marca com o público.

Sua função se destaca no esforço de mostrar às pessoas como aquele negócio é poderoso, seja através de táticas para criação de uma identificação direta ou agregando valores sociais.

Com a criação da conexão entre consumidores e o produto, surge a idealização da fidelização. As pessoas não irão adquirir o produto só pelo preço baixo ou por ser bom, mas por acreditar nos propósitos dele.

Case de branding realizado na Atena

Um bom exemplo de branding realizado pela Atena, é o case da Gaia Venture Builder. 

Esta é uma iniciativa de suporte para mulheres empreendedoras — mas, como comunicar isso com eficiência e credibilidade para o público esperado?

Site

Gaia Página Sobre

Instagram

Gaia Instagram

Do tom de voz, passando pelos valores nucleares da empresa, até a concretização através da identidade visual: todos estes detalhes exigem um estudo de branding e personalidade de marca. 

Para ficar claro, a forma como você fala é tão importante quanto o que você fala.

Como a sua empresa pode usar marketing e branding para crescer?

Entendendo as diferenças de marketing e branding, é necessário saber agora como a combinação de ambos é a melhor saída para seu negócio!

No desenvolvimento de ações de marketing, você promoverá a imagem de sua empresa. Para vender, é necessário fazer com que seja chamativo, que desperte a atenção das pessoas e as façam se interessar pelo produtor. Investir em saídas criativas é a chave do sucesso aqui.

Mas antes dessas ações para venda, o branding precisa acontecer, pois ele é quem solidificará a identidade da empresa. Portanto, pense qual é sua marca e quais os valores que você quer dar a ela, após isso, transpareça esses ideais em atitudes para o público.

Quer uma ajuda mais profunda sobre como fazer isso para sua empresa? Entre em contato com a Atena Marketing e saiba mais! (84) 2040-1855 ou no Instagram: @atena.marketing. 🦉⚔️

Sobre o autor: Ricardo R. Nunes

Deixe um comentário