O facebook trocou de nome e agora se chama ‘Meta’: Existe uma estratégia por trás disso?

Durante o evento Facebook Connect  2021 realizado em novembro, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg anunciou que a rede social agora vai se chamar “Meta”. 

Como esperado, a novidade surpreendeu a todos, que rapidamente procuraram motivos para essa mudança. 

O fato é que a rede social ainda se chama Facebook, a alteração de nome será aplicada apenas na empresa-mãe, responsável não só pelo Facebook, como também pelo Whatsapp e Instagram

A escolha do nome ‘Meta’ é uma referência ao metaverso, o mundo dos avatares e espaços virtuais, que segundo Zuckerberg, significa ‘ir além’. A alteração marca a ambição e estratégia da empresa de ser mais do que uma companhia de mídias sociais, mas de construir algo ainda maior.

“No momento, nossa marca está intimamente ligada a um produto que não pode representar tudo o que estamos fazendo hoje, muito menos no futuro. Futuramente, espero que sejamos vistos como uma empresa metaversa. Quero ancorar nosso trabalho e identidade naquilo que estamos construindo”, afirmou Zuckerberg. 

O uso do Facebook continua sendo o mesmo para os usuários?

Ilustrações de redes sociais

Como vimos, a estratégia por trás dessa alteração é de marcar um momento de desenvolvimento da empresa, ultrapassando o título de ‘companhia de mídias sociais’.

Atualmente, o uso do Facebook continua sendo  o mesmo, seguindo o mesmo propósito, regras e termos de uso. É normal que os usuários se preocupem em sofrer com novas alterações, afinal, a maioria das pessoas não esperavam por essa novidade!

Gostou dessa nova estratégia escolhida pelo Facebook? Nos acompanhe para não perder nenhuma notícia e conteúdo! Instagram: @atena.marketing

Sobre o autor: Eduardo Aquino

Eduardo Aquino é criador de conteúdo na Atena. Formando em Jornalismo, ele é um grande apreciador da arte, ama música e gosta de fotografia.

Deixe um comentário