Como avaliar se sua agência presta um bom serviço de marketing digital?

A gestão de mídias sociais e marketing digital é um serviço relativamente recente e sobre o qual as pessoas leigas conhecem muito pouco. Por essa razão, é difícil avaliar e muitas vezes temos a impressão de que se trata de um serviço que “o meu sobrinho faria”. Ledo engano. Mesmo profissionais com anos de mercado podem se complicar na hora de fazer a gestão de mídias sociais e apresentar resultados eficientes.

Por esse motivo, resolvi escrever este texto e ajudar o cliente que está investindo em um serviço de gestão de marketing digital a avaliar se a sua agência ou profissional responsável está realizando um bom trabalho.

Vamos lá.

Para começo de conversa, é necessário saber que, como praticamente todo serviço de marketing, a qualidade de um serviço de marketing digital depende do investimento que é feito. Portanto, se você paga R$ 500,00 certamente e inevitavelmente receberá resultados diferentes de quem investe o triplo disso ou mais. No entanto, se o montante a ser pago nunca foi um problema entre você e sua agência, e o seu boleto reflete um serviço que é para ser completo, fique atento a algumas soluções e comportamentos que o seu gestor de marketing digital deverá propor.

Você recebe relatórios? 

Relatórios são uma forma não apenas de apresentar resultados, mas de avaliar o trabalho que vem sendo feito. Um bom social media gosta de relatórios, pois são eles o parâmetro que guiará o trabalho numa estrada que passe longe da aleatoriedade. Portanto, se o seu gestor apresenta relatórios com a análise quantitativa e qualitativa do trabalho efetuado, significa que ele se preocupa com o que está fazendo e está disposto a pensar a respeito. Ele não está apenas ligado no automático. Melhor para o seu negócio.

Você percebe crescimento em seus perfis?

Foi-se o tempo em que a gestão de mídias sociais tinha como mero objetivo fazer com que uma marca existisse e fosse bonita nas redes. Hoje, existir não basta. É preciso crescer e conquistar o público, o que pode resultar em conversão. Portanto, é bom ficar atento e observar se os seus perfis têm alcançado crescimento, não só em número de seguidores mas também, e principalmente, em engajamento (número de curtidas, comentários, mensagens inbox…). O crescimento não precisa (e não deve!) ser imediato e nem avassalador. Ele acontece dia a dia, com pequenas e frequentes conquistas que aos poucos se somam e consolidam um perfil mais robusto. Se essa evolução é perceptível pode ser um bom indício de que você está em boas mãos.

O seu gestor promete milagres quantitativos?

Sim, o crescimento é importante. Mas se o seu gestor promete resultados quantitativos assustadores do tipo “consigo 5.000 seguidores por mês para você”, fique bem esperto e questione os métodos ou o resultado pode ser um perfil poluído e cheio de fakes, com um engajamento pífio e resultados cada vez mais medíocres – apesar das centenas de novos supostos seguidores. Fuja do gestor “mãe Diná”, que promete trazer todos os seus clientes até você em cinco dias. Não compensa.

O seu público-alvo tem tido a atenção necessária?

Quando alguém comenta em seu perfil, há interação? O seu gestor se preocupa em responder ou, pelo menos, reagir ao comentário? Veja que o público que dedica tempo à interação com um perfil está se propondo a travar uma relação com a marca e isso é valioso. Atenção é o mínimo que se pode oferecer como forma de tornar o relacionamento mais consistente. Se o seu público fica no vácuo, pode significar que o seu gestor não está preparado o suficiente para cuidar dos seus clientes. Fique de olho.

O seu gestor se preocupa com o Google?

Você pode achar que o Instagram e o Facebook são importantes (e logicamente, são!) mas, acredite, você precisa se preocupar (tanto quanto ou até mais) com o Google. O maior número de buscas por serviços e informações sobre marcas é realizado no Google e é por isso que sua empresa precisa estar preparada também nessa plataforma. Se o seu gestor demonstra preocupação com sua imagem no Google, isso pode ser um bom sinal de que ele está antenado e preocupado em muito mais que publicar algumas artes bonitas, mas realmente otimizar o seu contato com o seu público-alvo.

O quão proativo e inovador é o seu perfil?

Você tem a impressão de que o seu perfil está sempre dizendo as mesmas coisas? Não é uma rotina receber ideias novas e ser surpreendido com alguma propositura diferente por parte do seu gestor de marketing digital? Isso é um problema. Um bom gestor de mídias sociais não permanece no mais do mesmo, mas está em constante observação de campo para propor soluções e ações que façam com que o cliente se destaque em seu nicho. É bom atentar.

Qual a importância do conteúdo no seu perfil?

O quanto o seu gestor se preocupa em discutir o tom do discurso, ou as estratégias de conteúdo para o seu perfil? Se você está acostumado com postagens genéricas, que passam mensagens iguais a de todos os outros perfis da sua área, tenha a certeza de que você será apenas mais um do mesmo. É a especialidade do conteúdo que atrai e fideliza pois é com ele que as pessoas se identificam. Um layout bonito é importante, mas só será eficiente se estiver associado a uma estratégia de conteúdo assertiva e que seja capaz de gerar empatia. Ignorar o conteúdo é o erro mais rudimentar em que qualquer gestor de mídias sociais pode cair.

O seu gestor se preocupa com sua empresa?

Por fim, mas não menos importante (muito pelo contrário), atente se o seu gestor conversa sobre a sua empresa. Ele está preocupado em entender de fato o seu negócio, os propósitos e objetivos da sua marca? Se a resposta for negativa, talvez seja a hora de mudar os ares. Isso porque um trabalho de marketing digital só será eficaz se estiver alinhado com a essência da sua empresa. É impossível prestar um bom serviço se ele estiver dissociado da realidade empresarial. Se seu contato com o seu gestor se resume a aprovações frias de conteúdos genéricos, considere convidá-lo para um café. Caminhos mais eficientes e assertivos podem ser trilhados a partir daí.

Sobre o autor: Andressa Vieira

Jornalista, cinéfila incurável e escritora em formação. Típica escorpiana. Cearense natural e potiguar adotada. Apaixonada por cinema, literatura, música, arte e pessoas. Especialista em Cinema, Marketing Estratégico e mestranda em Estudos da Mídia (PPgEM/UFRN). É diretora da Atena.

Deixe um comentário