5 estratégias de marketing para pequenas empresas

Você abriu um negócio.

Ele está no início ou o modelo talvez não permita muito crescimento. O faturamento ainda não é tudo isso. Você quer se diferenciar e conhecer mais as oportunidades que você ainda não explorou mas acha que talvez “marketing não seja para o seu bico”. Opa, não é bem assim. Há algumas ações que você pode fazer no início do seu negócio para se destacar da concorrência e prospectar mais clientes por meio do marketing – e com um orçamento baixo ou variável (assim, você pode ir adaptando a cada mês as suas possibilidades). Vamos conhecê-las!

Mídia paga

Uma ação indispensável e acessível nos dias de hoje é a mídia paga, ou seja, o anúncio em Google Ads ou Facebook Ads. O valor é variável (ou seja, você pode encaixá-lo à sua realidade do momento), o público é altamente segmentado a depender do seu objetivo e o resultado é mensurável. No entanto, para investir em mídia paga, o ideal é contar com a ajuda de um especialista da área. As ferramentas de anúncios ainda não são completamente intuitivas e, se você não tem o domínio, pode acabar perdendo dinheiro em vez de multiplicá-lo. Se você tem tempo e interesse em saber mais sobre o assunto, uma consultoria para que você possa seguir produzindo as suas campanhas também pode resolver o problema.

Website

Essa é uma ferramenta fundamental para a sua presença no Google, além de facilitar que seus clientes te encontrem e achem informações atualizadas e oficiais acerca do seu estabelecimento. O valor do website não é um custo fixo, mas pontual, portanto, a sua empresa pode se organizar para isso e executar a ação no momento propício. O valor de manutenção costuma ser baixo (a maioria das empresa cobra algo em torno de R$ 100). Dessa forma, com alguma organização, sua empresa adquire uma ferramenta profissional e sai na frente em visibilidade no Google. Dica: caso opte por criar um site para a sua empresa, certifique-se de que ele seja amigável a estratégias de SEO. Saiba mais.

Lista de transmissão

Há uma relação de amor e ódio com essa estratégia. As listas de transmissão no WhatsApp podem ser bem inconvenientes, é verdade, mas também podem ser uma excelente (e barata!) estratégia de marketing para manter o relacionamento e a rede de oportunidades com clientes da sua empresa. Afinal, uma segunda compra de um cliente sai mais barata para a empresa que conquistar uma compra totalmente nova. Use do bom senso, seja moderado, e mande informações e oportunidades realmente relevantes. Não exagere e nem seja “pentelho”. Assim, o conteúdo da sua lista será interessante e poderá gerar ótimas novas vendas para o seu negócio. Dicas: para isso, é preciso ter um banco de dados qualificado e atualizado. Não esqueça, portanto, de colher os dados dos seus clientes. Outra dica (indispensável!) é dar a oportunidade para os seus clientes de não participarem da lista de transmissão. Receber conteúdo no qual você não está interessado não apenas deixa de converter como pode gerar uma antipatia pelo seu negócio – e não é isso que queremos, certo?

Gestão de mídias sociais

Por ser um serviço fixo e oneroso, a gestão de mídias sociais acaba sendo um entrave para muitos empreendedores – que têm receio de se comprometer com um contrato de valor fixo sem ter uma boa margem de faturamento ou sem ter certeza do retorno do investimento. É importante saber que as mídias sociais são um canal de atendimento que já fazem parte da rotina dos clientes de quase qualquer negócio. Ou seja, hoje em dia, é muito mais comum um cliente procurar o inbox do Instagram para sanar uma dúvida que pegar o telefone e discar o número da empresa. Investir em mídias sociais é, portanto, investir em atendimento e relacionamento. Se você não tem muita verba no momento, negocie pacotes mais reduzidos, com estratégias simplificadas e quantidade menor de conteúdos produzidos. Mas estar presente, ainda que sem muitos “alvoroços” é importante e elementar. Com certeza, há empresas que possuem pacotes que conseguem alcançar o momento de investimento da sua empresa.

Marketing de conteúdo

Essa é uma estratégia cujo retorno acontece a médio prazo (entre 3 e 6 meses, a depender do nível de concorrência) e só é possível de executar se você já investiu no seu website. O marketing de conteúdo pode ser hoje considerada a estratégia responsável por potencializar a sua imagem como referência na sua área de atuação, já que, por meio dela, você pode chegar a ocupar os primeiros lugares nas buscas do Google – importante ressaltar que 90% das pessoas que fazem buscas no Google não passam da primeira página, daí a importância de uma estratégia de conteúdo qualificada que, além de conteúdos relevantes e que tenham como principal aspecto a qualidade, também demanda uma boa configuração de SEO. Saiba mais sobre marketing de conteúdo.


Ficou interessado em algum dos serviços e quer saber mais a respeito? Entre em contato conosco pelo nosso site ou pelas nossas mídias sociais. Você também pode mandar um email para contato@atenamkt.com.

Sobre o autor: Andressa Vieira

Jornalista, cinéfila incurável e escritora em formação. Típica escorpiana. Cearense natural e potiguar adotada. Apaixonada por cinema, literatura, música, arte e pessoas. Especialista em Cinema, Marketing Estratégico e mestranda em Estudos da Mídia (PPgEM/UFRN). É diretora da Atena.

Deixe um comentário